Veja também:

24 de maio de 2011

München

dessa vez com muito sol ...
















sol...

22 de maio de 2011

Tradicoes

Nascida e crescida em uma cidade pequena no interior, eu nao sei muito o significado de certas tradicoes. É difícil para mim compreender porque as pesoas fazem certas coisas simplesmente porque os pais também fizeram, porque os avós também fizeram...
Aqui na Alemanha, é uma tradicao bastante conhecida, uma festa de pré-casamento chamada Polterabend. Realizada dias antes do casamento, a festa envolve comidas, brincadeiras com o casal, e várias surpresas dos amigos. A principal surpresa, e ponto mais alto da festa, é o momento onde os amigos levam pratos e loucas velhas e comecam a quebrar tudo pelo salao.
Fui convidada para uma dessas Polterabends na semana passada. Achei muito interessante todo o carinho dos amigos, os presentes, apresentacoes e tal... Mas esses mesmos amigos quebraram caixas e mais caixas de pratos velhos. Quilos de cacos se espalharam pelo salao. E no final, todo mundo foi embora. A ninguém é permitido ajudar, pois os noivos devem limpar toda a bagunca sozinhos, como uma prova que aguentarao passar pelas dificuldades da vida juntos. Tradicoes sao tradicoes. Nao se contesta, nao se explica. Eu continuo nao entendendo, mas foi muito divertido ver o povo fazendo aquela bagunca toda...

19 de maio de 2011

Com o passar dos dias...

O prédio onde moro atualmente fica localizado entre um parque e um asilo, o que me dá o privilégio de desfrutar de uma vista linda, muito verde e vizinhos que nao fazem quase nenhum barulho. Meus vizinhos ansiaos, cultivam um jardim de tulipas e cuidam de um lago cheio de patinhos.

Porém, devido a faixa etária média, nao é incomum que eu veja a ambulancia estacionada na rua ao sair para o trabalho pela manha. É bastante frequente que um dos velhinhos venha a passar mal, ou até mesmo a falescer.

Esse fato me incomodava no princípio. O sinal vermelho sempre me comovia pela manha. Minha mente era banhada por uma preocupacao especuladora do tipo: "quem será dessa vez?" "Será aquela senhorinha que tomava sol no banquinho? Ou aquele senhor que passeava com o cachorro?" Mas a preocupacao dava espaco para uma breve oracao: Que Deus o abencoe e tenha misericórdia.

Com o passar dos dias, semanas, meses... A rotineira vizita da ambulancia nao me surpreendia mais. Os enfermeiros e ajudantes passavam despercebidos. Tudo se tornou parte de um conjunto repetitivo, onde a monotonia prevalesceu sobre a preocupacao.

Acredito que de uma maneira semelhante é que a consciencia humana pode ser cauterizada. A repeticao de fatos trágicos ou nao, nos faz considera-los parte de nossa rotina. Talvés como uma tentativa de auto-protecao, talvés por um processo natural de adaptacao a mudancas, a nossa mente se esquiva de tentar resolver um problema que se repete todos os dias.

E dessa forma nem ao menos percebemos se o senhorzinho ainda esta a passear com o cachorro, se a senhorinha ainda esta sentada tomando sol no banquinho, se o mendigo ainda esta sentado a pedir esmolas, a crianca ainda esta no farol...

16 de maio de 2011

Coisas que eu realmente gosto- parte 2

Morangos!
Nao sei nem porque eu ainda tento experimentar algum sabor diferente de vez em quando. Sei que sou apaixonada pelos morangos docinhos.
Abaixo, alguns produtos que eu recomendo...
1) Chocolate Lindt recheado de morango com creme ou morango com rababa.

2)Geléia de Morango da Alnatura
Além de gostosa, é feita sem conservantes.
Em geral, todos os produtos da Alnatura sao muito bons.

3)Bio Sorbet do Rewe
Nao é sorvete, mas parece. O Sorbet é feito com 50% da própria fruta, com ingredientes organicos, sem corantes, ou conservantes. Além de saboroso e saudável, tem consideravelmente menos calorias que um sorvete normal.

4) Rahm Iogurte
Super cremoso...

6 de maio de 2011

Flores por todos os lados

Nao sou muito boa com plantas. Já desisti de tentar ter aquele vasinho de flores em cima da mesa do meu escritório. É para mim dinheiro jogado fora, pois em poucas semanas minhas plantinhas sempre morrem... A minha solucao foram algumas flores de plástico que nao me dao trabalho e nao morrem sem água se eu preciso viajar.
Mas continuo amando florzinhas coloridas, e tiro fotos das que vejo pela frente.









Talves um dia eu compre um vasinho de cactus...

Pedalando...

E agora depois que a notícia do grande casamento real foi abafada pela morte do Bin Laden, nós pessoas normais vamos mais uma vez aproveitar o final de semana...
Uma boa alternativa é fazer uma viajem de bicicleta. Em boa parte da Europa, os antigos trilhos de trem desativados foram pavimentados e se transformaram em ciclovias. Sao em geral caminhos bem sinalizadas, com paisagens incríveis, pontos de parada, abrigos, restaurantes e pousadas. Por serem adaptados das antigas rotas de trem, nao possuem grandes inclinacoes, mas passam por pontes e tuneis de kilometros. Vale a pena tirar um dia para pedalar!





din