Veja também:

30 de junho de 2012

Luto



Era uma vez um menininho órfão. Ele não foi um garoto convencional. Nunca reclamou da escola, pois nao teve oportunidade de estudos como muitas outras crianças tiveram. Precisou aprender cedo o quanto vale um pedaço de pão. Mas isto não o impediu de ser genial...
Sempre faminto por livros, o pequeno José era curioso em todas as áreas. Costumava construir suas próprias engenhocas e amava os mistérios do electromagnetismo. Um cientista em potencial.
Quando jovem, trabalhou ajudando um fotografo de sua cidade. Naquela época, as máquinas fotográficas ainda eram cobertas por um pano preto e a luz do flash era produzida por uma reação química com magnésio. Um dia José apertou a mão do fotógrafo com quem trabalhara e disse: "se eu quiser ser alguém na vida, preciso agora seguir o meu caminho." 
Ele então partiu e começou o seu próprio negócio como fotógrafo.
José era um rapaz muito atraente, ele tinha expressivos olhos azuis que conquistaram o coração de uma jovem espanhola chamada Clóris. Os dois logo se casaram e o amor os possibilitou vencer muitas lutas.
Foi com muito trabalho, muitas horas trancado em um laboratório sob a luz vermelha revelando as fotos, que José conseguiu sustentar sua esposa e os cinco filhos que tiveram. Alias, ele sempre foi um trabalhador assíduo, dedicado em tudo o que fazia. Isso o possibilitou se tornar um excelente fotógrafo e ensinar esta arte também a seus três filhos homens.
Os anos se passaram, como meses, como horas... Os filhos de José cresceram. Alguns foram para longe, outros continuaram por perto. Também se casaram. Também tiveram filhos. Mas continuaram fotografando...  A grande família se reunia todos os natais. Seu Zé, agora vovô de muitos netos ( e eu sou uma dos 10), colocava uma longa barba branca, uma roupa vermelha e saía pelas ruas a distribuir doces junto com as crianças. Tudo era uma grande festa. Os filhos seguiam atras tirando fotos, filmando...(como era de se esperar numa família de fotógrafos)
A meia noite, nós sentávamos todos  em roda de um grande pinheiro cujos presentes não cabiam embaixo. Havia também uma grande ceia, fartura e abundância, dádivas de Deus. Sem dúvida, José foi um homem abençoado. Com uma fé firme, ele sempre soube em quem confiava.
Sempre foi um amante da música. Ele se sentava no final das tardes ao som de sua vitrola ou ligando algum dos seus muitos rádios  - ele tinha uma curiosa coleção deles. Gostava de sintonizar emissoras de outros países, escutar programas em outros idiomas...
Mas o tempo não para, e continuou a passar correndo... O vô Zico viu a seus netos também crescerem, mas seus muitos anos começaram a lhe ser pesados. Dona Clores sempre lhe atendeu em tudo o que precisava. Ela era, como ele costumava dizer, o anjo que Deus pôs ao seu lado.
Com seus 90 anos de vida passados, histórias não lhe faltavam a contar. Um dia porém, já cansado, ele disse que queria voltar para a sua casa. O Senhor então, lhe atendeu a mais esse pedido e o tomou para si.


Vovô Zico
1921-2012
Sentiremos sempre saudades











28 de junho de 2012

Clima

Inverno no Brasil...




Verao na Alemanha...


Minha definicao de vida europeia:
- sair pela manha feliz da vida indo trabalhar de bicicleta, carregando na cestinha a marmitinha do almoco, admirando o lindo dia de sol que se inicia...


Sentiu o clima?
Sao 19:11 e eu estou presa no meu escritorio por conta de uma tempestade...
... pessimo dia para vir trabalhar de bike...

27 de junho de 2012

Você pensa nisto?


Uma das grandes vantagens que eu vejo em morar por aqui é poder andar pelas ruas sem medo.
Posso voltar para casa sozinha de trem mesmo durante a noite.
Posso sentar no parque com meu netbook tranquilamente.
Mas sabemos que nem sempre foi assim...
As marcas da guerra estão por todas as partes. Nos prédios, nos monumentos, pelo chão...
Passamos por elas todos os dias.
A maior marca porém, está no coração das pessoas. Uma marca vinda do contexto de criação, de um cenário de vida passado tao diferente do nosso.
Na minha opinião, a guerra é a maior loucura da humanidade. É a prova do poder, nao de armas de fogo, mas o poder de uma ideia inserida dentro de milhares de mentes simultaneamente.
Ideias podem gerar ações que fogem do controle.
Ideias podem controlar as reações das pessoas.
Você pensa sobre as suas ideias?

26 de junho de 2012

Túnel do Tempo - Época de faculdade

Anos que se passaram como se passam as horas...

Aulas o dia inteiro,
estudar na biblioteca durante a noite, 
provas e trabalhos sem fim.
A vida de nerd nao é nada fácil. 
Mas valeu a pena cada segundo...
Cada risada, cada amizade, cada descoberta.  
Tudo isso também faz parte do processo de amadurecimento. 
Quando penso que já fazem 5 anos que me formei, me sinto bem velhinha... 


25 de junho de 2012

Alemanha - estilo de vida # Comemorações infantis

Longe do nosso Brasil brasileiro, dar uma festinha é bem mais complicado...
Brigadeiro, beijinho, cajuzinho são doces típicos de nossa cultura. Coxinha, empadinha e outros salgadinhos são desconhecidos na terra da batata - mas muito apreciados por aqueles que já experimentaram...
Decoração então nem se fala... Todo o tipo de trabalho manual por aqui custa muito caro. 
O único jeito de se fazer uma comemoração de criança é encarar tudo no estilo faca você mesma - com a companhia de seus amigos, é claro. 
É assim que minhas amigas que tem filhos por aqui organizam as festinhas. 
Uma delas em especial realizou neste sábado o seu chá de bebe, com muito charme e no nosso estilo brasileiro... 




Além de ser muito gostoso reunir toda a mulherada, é também uma oportunidade de mostrar as alemãs um pouco mais de nossa cultura. 

24 de junho de 2012

C'est la vie

Mais uma semana cheia de trabalho... Apresentações, palestras, programas, visitantes, papers...
Depois de tanto trabalho, olho ao meu redor e ainda tenho a casa para limpar, uma pilha de roupas para passar...
Depois de cuidar do meu ambiente, ainda preciso cuidar de mim. Uma hidratação no cabelo, limpeza de pele, uma corzinha nas unhas...
E apenas depois de tudo isso, aí sim: o meu merecido descanso. Aquele delicioso sono de paz.
Nao tenho motivos para murmurar. Poder trabalhar é, na verdade, uma benção
Porém entristece muito o meu coração conviver com pessoas que vivem a reclamar, na maioria das vezes, sem muitos motivos para isto.
A murmuração é um sintoma de ingratidão. Ela é paralisante, atua como ferrugem em uma engrenagem. Começa em um pequeno ponto e cresce até comprometer o movimento por completo.
Mesmo que a vida nao seja um mar-de-rosas cor-de-rosa, saber enxergar as coisas de uma maneira positiva pode ajudar e muito...
Sou muito grata pela oportunidade de trabalhar na Alemanha, poder usufruir da infraestrutura e conhecer tantos lugares novos com meus olhos. Muitas pessoas que trabalham aqui nao conseguem enxergar as coisas dessa forma. Apenas reclamam... Do tempo, da língua, dos alemães, dos alemães, dos alemães... 
reclamação nunca produz uma solução do problema, apenas contagia um sentimento ruim de insatisfação capaz de destruir o bom humor de qualquer um.  
Outro dia, me enchi de ouvir tais reclamações e dei uma merecida resposta:
- Olha, se está mesmo tao ruim por aqui, porque então que você nao volta para o lugar de onde você saiu? 
- Porque tenho meu trabalho aqui. 
- Então se este povo te deu trabalho, eles nao são tao ruins assim, certo? Pessoas boas estão em toda parte, cabe a você saber encontrar o melhor em cada uma delas.


... ando muito cheia de desabafos...

20 de junho de 2012

Coisas que eu realmente nao gosto # 1

Algumas pessoas nao gostam de pimentao.
Algumas pessoas nao gostam de aeróbica.
Algumas pessoas nao gostam de filmes de romance.
Algumas pessoas nao gostam de Rock.
Eu nao gosto de cigarro.

Nao estou dizendo que odeio as pessoas que fumam. Apenas nao gosto quando elas fumam perto de mim. É uma questao de preferencia.
Outro dia eu estava aguardando o onibus no ponto e um rapaz simpático se aproxima de mim puxando conversa. O papo estava até interessante, porém, menos de dois minutos depois, ele coloca a mao no bolso, retira um cigarro de dentro do maco e se prepara para acende-lo.
- Voce vai fumar agora? - perguntei.
- Sim, voce tem algum problema com isso?  - ele responde com outra pergunta.
- Sim eu tenho.  - respondi.
Ele acende o cigarro, me ignorando completamente, da uma primeira tragada, sopra o ar para cima e me pergunta:
- Mas porque?
- Porque? Simplesmente porque fede. Eu nao quero meu cabelo com aroma de nicotina. Mas posso também posso dizer que fumar nao é saudável e muito menos sexy. 
O cara fez aquela cara de bravo e saiu de perto.
Poxa, bastava ter apagado o cigarro...
Mas para algumas pessoas, uma tragada é mais importante...

Eu, essa carnívora...





que adora um churrasquinho...
na churrascaria Toro Negro.

19 de junho de 2012

Trust

Acima de tudo, confie em Deus.
Confie em sua família.
Confie em seus amigos - naqueles que verdadeiramente se mostraram dignos de confianca.
Mas nao confie na previsao do tempo, para nao se irritar caso chova durante seus dias na praia.
Nao confie no sistema de transporte público, o trem pode ou nao chegar no horário determinado.
Também nao confie que o seu celular irá funcionar nos momentos em que voce mais precisar dele. O sinal pode estar fora do ar, ou a bateria pode nao durar até lá.
Nao confie em pessoas que nao foram verdadeiras no passado. Desonestidade é uma tendencia comportamental para toda uma vida, a menos que um milagre ocorra.
Confie no tempo. Ele trará consigo muitas explicacoes.
Nao confie no dinheiro, principalmente quando ele chega muito rápido, pois pode desaparecer com  a mesma velocidade.
Nao confie nos extremos: extremamente bonito, extremamente popular. Quanto mais alto, maior é o tombo.
Confie nos valores antigos, tao raros nos dias de hoje.
Nao confie cegamente no seu chefe. Ele sabe o que é melhor para a sua empresa, mas nao para a sua vida.
Nao confie em pessoas que gostam de ganhar presentes. Elas mudam de opiniao rapidamente.
Confie no potencial daqueles que voce ama. O encorajamento tem um poder sobrenatural.
Nao confie na fama ou nos elogios gratuitos. Eles costumam ter um preco caro, com juros e correcoes.
Nao confie em oportunidades aparentemente maravilhosas. Verifique antes de trocar o certo pelo provável.
Nao prossiga acreditando que nada vai mudar. A mudanca é certa e ocorrera também com voce.
Por isso, nao confie demasiadamente em si mesmo. A sua própria mente pode, por vezes, vir a te trair. E um dia voce olha para tráz e diz: porque mesmo eu escolhi isto?

18 de junho de 2012

Tempo de delicadeza


Esse é o presentinho da Ge que chegou pelo correio há algum tempo atrás...
Estou lendo o livrinho que se chama Tempo de delicadeza, de Affonso Romano de Sant'Ana.
Gostaria de compartilhar aqui, algumas frases interessantes:


"Sejamos delicados. E, se necessário for, cruelmente delicados."


"Entre pessoas maduras é diferente. Desbrava-se o conhecido. O conhecimento é reconhecimento."


"Agente precisa se ver mais - significa também que nosso tempo está se acabando."


"Eles achavam que, mudando de cidade e de país, trocando até de língua e de profissão, a sua vida mudariam."

Wilqui, Bia e Marcela: a surpresa de vocês está quase pronta! Logo ponho no correio!

17 de junho de 2012

Jogo da Alemanha hoje anoite...


Quem pensa que os alemães são sérios, frios e sem emoção, nunca os viu assistindo a um jogo de futebol!

Ilustração cortesia do Engenheiro Neandertal

Motivação que vem do sangue...

Para quem nao sabe, meu pai também é um engenheiro e meus irmãos estão seguindo este mesmo caminho. Conseguir separar família e trabalho é para mim algo fora de cogitação. Em tudo o que eu faco eles fazem parte também. Ou pelo menos era assim quando eu morava no Brasil. Em cada apresentação, participação em congressos, conferencias, era só olhar para a primeira fila que meu pai estava lá me apoiando e tirando algumas fotos.
Eu me vi sem esse privilégio pela primeira vez quando participei de um congresso no Canadá em 2009 (explico aqui). De lá para cá, vim me acostumando, com a falta de minha família e amigos, com o trabalho em inglês - em alemão ainda nao... Mas confesso que essas coisas são obstáculos adicionais a serem superados quando de deseja construir uma carreira fora de sua terra.
Esta semana, precisei dar uma apresentação sobre meu tema de pesquisa para o instituto que financia o meu projeto. A minha ansiedade me fez chegar lá com uma hora de antecedência e aquele friozinho na barriga... Mas, ao entrar no prédio, fui recebida por um moco que me pergunta:
- Você é brasileira?
Ahhhh! Um brasileiro também trabalhando aqui! Que legal!
Esqueci o nervosismo na hora. Como é bom ter alguém do mesmo sangue por perto, poder bater um papo em português...

16 de junho de 2012

Os folgados da internet # 2 O inocente que manda e-mails

Ainda bem que depois da invasão em massa do Facebook, o fluxo de e-mails inúteis diminuiu bastante.
Porém ainda há quem acredite em tudo o que recebe na sua Inbox e reencaminhe para todos os seus contatos.
Eu já havia comentado sobre isso em um post anterior (esse) e nao consigo entender porque certas pessoas continuam distribuindo mensagens que são obviamente falsas.
O inocente dos e-mails (para nao dizer ignorante) simplesmente reencaminha tudo o que recebe. Ele realmente acredita que a UOL vai dar 5 centavos para aquela criancinha da foto. Ele pensa firmemente que os animais estão sendo seriamente injustiçados por aquela empresa criticada no texto. E, ele está completamente convicto que assinando a lista, com seu nome completo e endereço, ele estará colaborando para vetar o projeto de lei numero XXX. Nao satisfeito, ele precisa enviar tudo isso para todos os seus pobres contatos e termina o dia achando que deu a sua contribuição para o desenvolvimento da humanidade. "Inexplicavelmente" ele também é a pessoa que vive cheio de spans, vírus e bactérias.... Porque será?

Aí eu pergunto: custa dar uma pesquisadinha do Google antes de sair divulgando tudo o que lê?

13 de junho de 2012

Encanamento: a história sem fim

Acordar cedo, arrumar a bolsa para sair: chave, carteira, celular e... guarda-chuvas?
Ah, nao! Olha que sol lindo lá fora...
Sempre que escolho deixar o guarda-chuvas me arrependo mais tarde.
E lá voltei eu para casa de bicicleta desviando das pocas para nao sujar meu casaco cor-de-rosa, temperatura 14 C, e completamente ensopada.
Enquanto me recupero da friagem tomando um chococcino a campainha toca. Era um jovem, aparentando ter uns 25 anos. Ele logo se apresenta:
- Olá, eu sou o pedreiro contratado pelo proprietário. vim para fazer o orçamento do serviço no apartamento. 
Finalmente!
Ele já vai entrando, com seu macacão todo sujo, nao tira os sapatos para pisar no carpete. Vai até a sacada do meu quarto onde observa as áreas cujo reboco precisa ser trocado.
- Isso precisa ser resolvido logo. Vou tirar umas fotos. 
E ele tira do bolso um iphone de última geração e o usa para tirar as fotos que precisa.
- Voltarei amanha cedo para começar a obra. 
- Amanha eu nao posso, nao estarei em casa.
- Então deixe a chave com o vizinho, eu pego com ele e venho trabalhar. 
Hahaha - pensei eu. É só deixar a chave no vizinho...
- Eu preferiria estar aqui durante o trabalho. Pode ser na sexta?
Ele saca novamente seu iphone e consulta sua i-agenda.
- Ok, na sexta-feira as 15:00. 
Mas acho que na verdade, eu até poderia ter confiado no pedreiro. O iphone dele vale mais do que qualquer pertence que nós temos na república.
Ao olhar pela janela, o vi sair com seu "carrinho"...
Ainda bem que quem vai pagar a conta dessa reforma nao sou eu!



11 de junho de 2012

Coisas que apenas um brasileiro pode entender

Só quem cresceu no Brasil pode compreender a emoção de abrir um bombom como esses:



Um sonho de valsa nao é apenas um docinho,
mas é aquele bombom que se troca por um sorriso,
é aquele chocolate agente as vezes ganhava no amigo secreto,
é aquele também que você ganhou do seu namoradinho na quando estava no colegial,
é o bombom que nao custava tao baratinho e que agente comia de vez em quando quando era criança,
é o prazer de desembrulhar aquele papelzinho vermelho barulhento,
é o mais disputado na caixinha de bombons da Lacta,
é o chocolate do amor, da amizade, da infância...

Daria até um bom comercial, nao?
Nenhum europeu consegue apreciar o sabor de um sonho de valsa da mesma maneira que um brasileiro porque para nós, esse bombom é mais que chocolate, é um pedacinho de nostalgia...


10 de junho de 2012

Um grande pedaço da minha história...

Quanto mais ficamos velhos, 
mais precisamos das pessoas que conhecemos quando ainda eramos jovens...

Nas recordações que tenho das minhas peripécias de infância, eles estão sempre presentes. Moravam vizinhos da casa dos meus pais, na pequena cidade onde cresci. Com eles eu compartilho um pedaço grande de minha existência, incontáveis memórias e doces momentos de aprendizado.
A lembrança de tudo o que já passamos juntos nos proporciona uma emoção muito grande quando existe um reencontro - e essas ocasiões tem sido raras, pois envolve a travessia de um oceano... Esses preciosos momentos onde podemos juntar o passado com o presente nos fazem lembrar de quem realmente somos.
Acredito fortemente que o processo de desenvolvimento da identidade de um indivíduo seja algo necessariamente realizado em conjunto. Ninguém sabe quem realmente é quando se está sozinho.  Por estes e por outros motivos, foi para mim uma alegria indescritível poder rever estes queridos amigos.
Os dias foram curtos mas as recordações serão eternas...
Muito obrigada por terem atravessado o oceano até aqui! Amo vocês! Deus os abençoe!




5 de junho de 2012

Holunder

E depois de um dia de trabalho, lá saímos nós, feito três camponesas, cada uma com sua bacia na mão.
Fomos a um parque perto da minha casa (esse aqui mas agora é verao) colher flores de Holunder.
Essas flores, caracterizadas por um aroma muito peculiar, são usadas na culinária local, especialmente para fazer o chamado Holundersirup (xarope de holunder). Eu nao faco ideia da tradução de Holunder em português, mas é uma árvore grande cujas flores brancas e pequeninas se abrem nesta época do ano.

esta foto nao é minha
Eu e minhas colegas alemãs enchemos quatro bacias com as tais florzinhas. Também ficamos com as roupas, sapatos e cabelos cobertos de polem - ainda bem que nenhuma de nós era alérgica.
Fomos para o apartamento de uma das meninas onde preparamos panquecas de Holunder:

Ingredientes:
2 ovos
100 gr de farinha
140 - 200 ml de leite
uma pitada de sal
raspas de limão a gosto
cachos de flores de holunder

Preparo: misture todos os ingredientes menos as flores. Mergulhe as flores na massa e frite em óleo quente em seguida. Polvilhe açúcar refinado e sirva quente.

É simplesmente uma delícia! Eu sabia que as flores eram bastante aromáticas mas nao sabia que eram tao deliciosas...
Eu nao tirei fotos - tem gente que morre de medo de acabar aparecendo por aqui em alguma foto, sabe...
Mas as panquecas ficaram parecidas com essas daqui:

claro que essa foto também nao é minha...



4 de junho de 2012

Já dizia o meu pai...

Que nao existe uma vitória sem que haja uma luta antes dela.
E ele estava certo.

Cada dia é uma batalha.
Cada combate nos fortalece.
Esta força é o que nos faz valorizar as conquistas alcançadas.

Uma vida sem nenhuma tribulação, é uma vida com conflitos de importâncias.
É incrível o poder de uma porcão moderada de dor, para nos ensinar o que nao aprenderíamos em livro algum.
Nossas reflexões pessoais são amadurecias por nossas experiencias, e adquirem ainda mais valor com o passar tempo.

Por isso, nunca deixemos de celebrar.
Todas as vitórias, por menores que sejam, são como tijolos que nos compõe como os indivíduos que somos.
Comemorações são a nossa dívida com nós mesmos!
Viva!


3 de junho de 2012

Eu amo passear no parque pelo entardecer...


Apenas para ver quais dentre as flores
já se abriram...


Simplesmente parar por alguns minutos 
e nao pensar em nenhum problema...


Junto com o meu paparazzi mais lindo...



2 de junho de 2012

O Começar bem de um dia...

O Jack Johnson recomenda fazer panquecas de banana...(clique aqui)

Mas porque nao Waffel de rum com cereja?


Voce vai precisar de:

125 gr de farinha
60 gr de açúcar
meio pacote de açúcar de baunilha
1 ovo
125 ml de leite
meio pacote de Backpulver (ou uma colher de fermento Royal)
meia dose de Rum

Bata os ingredientes no liquidificador e adicione o fermento por último. Prepare o Waffel na maquininha aquecida de untada com manteiga. Sirva quente com açúcar e cerejas frescas.

wake up slow... wake up slow... 

1 de junho de 2012

Resultado do Sorteio!

Infelizmente a minha ida a Roma foi cancelada por motivos diversos ... Buaaaaa
Uma pena, porque minha amiga do Brasil já está lá a essas horas - e eu nao!
Cancelar uma viagem deixa sempre aquela sensação de deixados para trás...
Mas o sorteio de aniversário do blog nao foi cancelado!
Para saber quem foram os três vencedores, assista o vídeo logo abaixo:
(PS: o vídeo ficou em uma terrivelmente baixa qualidade - mas gravar de novo nao vale, né...)



Parabéns as vencedoras:
Marcela do http://marcelasverden.blogspot.de/
Wilqui Dias do wilquidias.blogspot.com
Bia do http://biapensamentos.blogspot.de/

Por favor, entrem em contato pelo email odiariodaengenheira@gmail.com para me fornecerem o endereço de envio do brinde surpresa até o dia 16 de Junho!