Veja também:

19 de agosto de 2012

Amor incondicional

Amar alguém perfeito é o que muitos desejam. Infelizmente, querem amar sem ter trabalho e isso é um absurdo. 
Amar, na maioria das vezes, nao é fácil. 
Atreva-se a amar e tenha certeza que o seu coração irá se partir em muitos pedaços, pelo menos uma porcão de vezes. Mas é assim mesmo que tem que ser. Se nao dói, se nao arde, se nao faz diferença, isso é apenas frieza, nao é amor. 
Caso alguém queira se poupar de tanto sofrimento, mantenha-se longe do amor. Tao longe, talvez perto do inferno, seria o lugar mais ideal. 
Nao pense que procurando a pessoa perfeita estaria se protegendo de alguma possível dor. Amar alguém perfeito é uma utopia. Além do fato que pessoas perfeitas nao existem, amar alguém que nunca falharia, nunca exigiria nada de você, seria uma tarefa extremamente fácil, insignificantemente edificante e simplesmente monótona. 
A arte de amar está no fato de saber olhar além das falhas. Em superar o próprio egoísmo para beneficiar a pessoa amada. E dessa forma, dando que se recebe, o amor é viciante. Aprenda a amar e nao conseguirá mais viver rodeado de frieza. As feridas causadas pelo amor o tornarão mais forte. As dificuldades superadas em amor o farão mais experiente. O amor nos torna mais parecidos com Deus.

E porque desse papo todo? 
Eu acompanho já faz algum tempo a história da pequena Vitória, uma menininha que foi diagnosticada com acrania durante a sua gestação. Os médicos incentivaram o aborto, mas os pais escolheram conceder a pequena Vitória o direito de viver. Se longos anos, ou poucos dias, Deus o diria. 
A pequena Vitória nasceu e surpreendeu a todos os médicos. Seus pais criaram um blog para contar sua história: http://amadavitoriadecristo.blogspot.com.br/
Vitória partiu para a glória recentemente, com quase 3 aninhos de vida. Deixando a seus pais lições de vida aprendidas durante o tempo que a tiveram em seus bracos e a amaram incondicionalmente. 
O amor desses pais pela filha me faz pensar no amor de Deus para conosco. 
Alguns podem pensar que eles poderiam simplesmente ter aceitado o aborto, afinal, uma criança sem grandes perspectivas de vida, tao "imperfeita"... Mas na verdade ela é tao imperfeita quanto nós somos - tao falhos as vezes, tao cheios de nós mesmos...  
Mas os pais de Vitória lutaram por sua vida, e a amaram esse anjinho até o último minuto. Um amor tao grande, tao puro, sem interesses... 
Que Deus conforte os seus corações...




8 comentários:

  1. Esses pais não só tiveram muito amor mas também muita coragem ! Que Deus abençõe a vida deles e com certeza essa ação que eles tiveram, teve e terá muitas reações positivas para muitas pessoas.

    ResponderExcluir
  2. Ja havia visto esse blog e segui algumas entrevistas.. Foi na época que estavam votando aborto de fetos com pouco ou nenhuma massa cerebral.
    Essa historia linda so reforçou o que eu acredito, que toda vida eh vida, não importa quão "imperfeita" seja aos olhos humanos, pois aos olhos de Deus eles são todos lindos e amados, mesmo que fiquem pouco aqui na Terra.

    ResponderExcluir
  3. Oi De!
    eu já conhecia essa hist'toria, muito bacana.... e seu texto ficou bem profundo...
    sobre o post passado, me desculpe pelo indiano.... rsrsr
    ah! mas vc tem um namorado?? correto??? ele é da onde? alemão?
    beijosss

    ResponderExcluir
  4. Oi Dé.
    Eu não conhecia a história da Vitória, fiquei arrepiada e chamei minha irmã para assistir ao video também. Como é bonito o testemunho de amor incondicional e aceitação desses pais.
    Uma grande lição para todos nós.
    Obrigada por compartilhar uma história tão verdadeira.
    Bjs
    Márcia

    ResponderExcluir
  5. Oi Anna!

    Que postagem maravilhosa!
    Passei lá no blog e me emocionei.
    Beijos,
    Selma

    ResponderExcluir
  6. Oi Anna!

    Eu não poderia ter escolhido melhor momento para vir conhecer seu blog: encontrei este post que me levou não apenas às lágrimas, mas a profundas reflexões. Seus pensamentos são muito semelhantes aos meus em relação ao altruísmo, ao amor incondicional. Amor e serviço estão diretamente ligados, são interdependentes. E é justamente o serviço (no sentido de cuidado) feito com amor que proporciona alegria genuína que não se encontra em nenhuma outra realização na vida.

    Vitória realmente é uma menina especial! Tão especial que voltou cedo aos braços do Pai, não precisava viver as dores e sofrimentos deste mundo. Igualmente especiais são seus pais, que a amaram e protegeram durante cada dia desses quase 3 anos... Certamente foram escolhidos por um Deus de amor para receber a linda princesinha Vitória de Cristo, pois o Senhor sabia que podia confiá-la a eles.

    Parabéns pra você que, com essa postagem, revela sua sensibilidade para o que realmente importa nesta vida: o amor puro, verdadeiro, incondicional. Se não for assim, pode ser afeto, ternura, qualquer outra palavra, mas definitivamente não será amor.

    Um abraço!
    Suzy

    ResponderExcluir
  7. Emocionante, obrigada por partilhar.

    Bjus

    ResponderExcluir

me presenteie com um sorriso, comente!